Conferencias de Pablo González y Antonio Maura sobre Gilberto Freyre en Recife (2019)

Conferência de Pablo González Velasco – “O itinerário hispânico de Gilberto Freyre. Novos achados na Espanha”.

A Fundação Joaquim Nabuco realizou entre os dias 4 e 6 de dezembro o Seminário Internacional Casa-Grande Severina: 120 anos de Gilberto Freyre, 100 anos de João Cabral de Melo Neto. Recife, Brasil.

Evento da Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte
Vídeos da Massangana Produções Audiovisuais Educativa

Conferência de encerramento “Marcas hispânicas na obra de Gilberto Freyre e de João Cabral de Melo Neto”, pelo escritor e tradutor espanhol Antonio Maura, diretor do Instituto Cervantes, do Rio de Janeiro.

“Gilberto Freyre: A Transcultural Mudejar Inheritance for Hispanic America”

Participaré el 8 de julio en el panel: “Race and Its Historiography in Medieval Iberian Studies” en el International Medieval Congress en Leeds.
 
“Gilberto Freyre: A Transcultural Mudejar Inheritance for Hispanic America”. Pablo González Velasco, Facultad de Ciencias Sociales, Universidad de Salamanca
 
This paper explores similarities between Freyre and Américo Castro, and examines how Freyre’s agreement with Angel Ganivet’s notion of Spain as both European and African became the core of a transcultural Mudéjar inheritance for Hispanic América.
programamedieval congress

Obra de Gilberto Freyre é tema de Congresso Internacional na Espanha

Evento promovido, em fevereiro, pelo Centro de Estudos Brasileiros de Salamanca conta com colaboração da Fundação Joaquim Nabuco e coordenação de gestor da Casa

freyre fundaj

Um dos mais importantes sociólogos brasileiros do Século XX, o pernambucano Gilberto Freyre (1900-1987) será objeto de estudo do Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Salamanca, na Espanha. O evento promovido nos dias 25 e 26 de fevereiro, pelo Centro de Estudos Brasileiros, da Universidade de Salamanca, acontece no ano em que o escritor brasileiro celebraria seus 120 anos de vida. Para a realização, contará com a colaboração da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e da Fundação Cultural Hispano-Brasileira.

Com o tema “A Obra de Gilberto Freyre nas Ciências Sociais e Humanas na contemporaneidade”, a iniciativa tem como objetivo reunir especialistas, pesquisadores e demais interessados no trabalho e na figura do autor de Casa Grande & Senzala (1933). O jornalista e diretor de Memória, Educação, Cultura e Arte, Mário Hélio Gomes, divide a coordenação acadêmica do evento com o antropólogo espanhol Pablo González Velasco — que esteve no Brasil, em 2019, para compartilhar achados recentes da ligação de Freyre com seu país.

Desde a solenidade de abertura, o congresso contará com a presença do presidente da Fundaj e escritor Antônio Campos, que apresentará leitura sobre a “China Tropical: antevisões e atualidades na obra de Gilberto Freyre” e mediará mesa redonda sobre a hispanotropicologia [termo utilizado para tratar das relações culturais entre a Espanha e o Brasil]. “A Fundação sente orgulho, uma vez que ela é resultado da ação direta do mestre de Apipucos, que atuou nela durante décadas. Seu legado segue vivo norteando nossas ações”, celebrou Campos.

Em consonância, Mário Hélio reforça a importância da participação da Fundaj e sua vocação ibero-americana. “Desde a atuação de Gilberto até o incremento de redes, como tem feito a gestão atual, diversas parcerias têm sido firmadas com instituições culturais e acadêmicas internacionais. É evidente que, para fortalecer a atuação regional, a Fundação tem se aberto ao mundo e solidificado relações que podem ser úteis de diversas maneiras ao seu trabalho que tanto abrange a pesquisa quanto a documentação, a formação e a cultura”, destacou o diretor.

Além de mediar a conferência inaugural, Mário participa de mesa redonda onde aprofundará o estudo sobre “Hispanotropicologia: um conceito que une civilizações, entre espelhos e miragens”.

No segundo dia de evento, Fundação também terá o prestígio de promover o lançamento da revista Casa Grande Severina: 120 anos de Gilberto Freyre, 100 anos de João Cabral de Melo Neto (Editora Massangana, 2019) neste congresso. O título é resultado do Seminário Internacional, promovido em dezembro do ano passado, no Cinema da Fundação do Campus Derby, que deu início às homenagens pelas efemérides dos dois importantes escritores pernambucanos.

Outras participações

A capital pernambucana ganhará ainda mais destaque com a exibição do documentário Guia prático, histórico e sentimental da cidade do Recife (2008), com direção do pernambucano Léo Falcão. O filme é inspirado no livro homônimo (1934) de Gilberto Freyre. Após a exibição, o público participará de debate com o diretor e roteirista Léo Falcão, o roteirista Fernando Weller e o secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto. A mediação é de Mário Hélio.

Dentre as diversas conferências a serem realizadas no Congresso Internacional, destacam-se, ainda, os temas “A redefinição da identidade racial do Brasil na década de 1930: apontamentos e papel protagonista do sociólogo”, “História da Humanidade da Unesco: contribuições de Freyre para uma historiografia brasileira dos cruzamentos culturais”, “A recepção de Casa Grande & Senzala na Europa”, “Os paradoxos freyrianos e o pêndulo oscilante entre rupturas e continuidades com a oligarquia brasileira” e  “As relações raciais no Nordeste brasileiro”.

SERVIÇO

Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas: A Obra de Gilberto Freyre nas Ciências Sociais e Humanas na contemporaneidade

Local: Universidade de Salamanca, Espanha

Data: 25 e 26 de fevereiro de 2020

Inscrições: gilbertofreyre@usal.es

O idearium filosófico da hispanotropicologia de Gilberto Freyre: uma antecipação da antropologia ibero-americana

Resumo

Entre as várias antecipações científicas pesquisadas e formuladas por Gilberto Freyre está a “antropologia de ibero-américa”, um espaço hoje consolidado em congressos internacionais de antropologia e no mestrado universitário da Universidade de Salamanca, onde o passado 20 de fevereiro foi homenageado o mestre de Apipucos, pelo quinquagésimo aniversário da visita institucional à universidade e a cidade, convidado como hóspede de honra pela prefeitura. A antropologia de ibero-américa estaria dentro do conceito teórico da hispanotropicologia, porém a hispanotropicologia tem mais elementos que transbordam a antropologia, constituindo um conjunto de ideias sistemáticas que podemos chamar de idearium filosófico.

Texto completo:

https://periodicos.fundaj.gov.br/CIC/article/view/1820/pdf